Como tratar a caspa capilar?

Cuidados devem ser reforçados nas temperaturas mais frias

Por:

TuBusca

Foto: reprodução

A temperatura caiu bastante nos últimos dias, e é principalmente nesse cenário que especialistas recomendam um cuidado maior com o couro cabeludo que sofre de caspa e dermatite seborreica. Segundo a farmacêutica especializada em ozonioterapia Dra. Leticia Philippi, o inverno aumenta a incidência de caspa por dois fatores:

A descamação aumenta porque no inverno o uso de água muito quente, resulta no aumento da oleosidade do couro cabeludo. E por fim, há um fator biológico, pois, a maturação celular diminui em temperaturas mais baixas, o que consequentemente aumenta o processo de descamação do couro cabeludo”. 

Lavar o cabelo diariamente ajuda prevenir caspa. Foto: reprodução

Leticia também ressalta a importância de manter a lavagem do couro cabeludo diariamente ou alternar as lavagens apenas um dia. “É muito importante que a região esteja sempre limpa, para manter o couro cabeludo longe de caspas e dos fungos que provocam a irritação. Além, claro, de evitar água muito quente”.  

Qual a diferença entre caspa, dermatite seborreica e psoríase? 

caspa consiste na descamação de pequenas placas do estrato córneo, procedente do couro cabeludo. Aparece devido a aceleração da multiplicação celular. Ela é proveniente de fatores fisiológicos, emocionais e mudanças climáticas bruscas. Procedimentos químicos capilares e água quente, também pode desencadear o processo.

A descamação é mais fininha, sem pedaços de pele. A coceira causada pela caspa pode variar do leve ao intenso, e também há desconforto estético, pois, os indivíduos apresentam os flocos soltos nos cabelos e nas roupas.

dermatite seborreica, pode ser considerada uma caspa mais grave. Não ocorre por um processo natural e sim a partir de uma inflamação, pois trata-se de uma doença crônica. Ela pode se manifestar tanto no couro cabeludo como em outras partes do corpo. As lesões são avermelhadas e coçam.

Ainda não se tem comprovações sobre o que pode causar o problema. O quadro costuma agravar com alterações hormonais, stress, clima seco, frio e mudanças bruscas de temperatura. Também pode ter relação com o tipo de pele, o fungo Pityrosporum (que vive em nossa pele) e alguns medicamentos. Como toda doença crônica, não há cura, mas existem tratamentos que podem reduzir o quadro da seborreia. 

Já as lesões da psoríase geralmente aparecem no couro cabeludo, mas podem ocorrer em qualquer parte do corpo. Apresenta quadros de melhora e piora, fatores emocionais e climáticos podem estar envolvidos na exacerbação do quadro. Cerca de 2% da população mundial é acometida pela psoríase, considerada de origem imunológica e há predisposição genética para seu surgimento.

Nessa doença, o sistema imunológico é ativado por um erro, o que conduz ao excesso de produção de células da pele. As células da pele se acumulam muito rapidamente sobre sua superfície, formando relevos e manchas escamosas, chamadas de placas. Essas placas podem coçar e, por vezes, provocam dor.

Não está associada a queda do cabelo e não existem terapias definitivas no tratamento, apenas o controle da mesma. As terapias capilares que promovam efeito anti-inflamatório e calmante do couro cabeludo costumam responder muito bem, promovendo alívio da coceira e diminuição das placas.

Qual shampoo usar? 

A recomendação é investir em shampoos com intensa atividade antimicrobiana, para equilibrar a microbiota do couro cabeludo. Também é importante reforçar que o condicionador deve ser passado apenas no comprimento das mechas e nunca na raiz. 

No mercado existem produtos especializados no tratamento da caspa, muitos deles com corticoides na formulação. “O diferencial do shampoo da Ozoncare é que se trata de um produto clean beauty a base de óleo ozonizado de oliva, um poderoso antimicrobiano e secativo do couro cabeludo. É um blend de óleos vegetais de chia, jojoba e girassol, com ação altamente reparadora e nutritiva”, destaca Leticia.  

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Inscreva-se em nosso blog

Seja a primeira a receber nossos conteúdos!

Você também pode gostar!

Inscreva-se na Newsletter

Fique por dentro do que acontece no universo feminino!

Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter e receba no seu e-mail as nossas novidades.

Ao clicar no botão você aceita receber nossos e-mails comunicativos. Fica tranquila, não faremos spam!

Seja bem-vinda

Inscrição realizada com sucesso!

Agora você receberá em primeira mão as nossas novidades e conteúdos! Aproveitando, siga o TuBusca no Instagram, clicando no botão abaixo 🙋🏻‍♀️