Empreendedorismo: 6 dicas para mulheres abrirem os próprios negócios

Planejamento, networking e confiança no seu potencial estão entre as dicas

Por:

TuBusca

Durante a pandemia, muitos brasileiros buscaram no empreendedorismo complementar a renda ou, finalmente, alcançar independência financeira. Diante dessa movimentação, o número de novos negócios no país ganhou força e as mulheres tiveram uma participação significativa nisso – o número de empreendedoras cresceu 40% no período, segundo o Sebrae. Hoje, são mais de 30 milhões de mulheres empreendedoras no país, o que representa metade do empreendedorismo brasileiro, segundo o Global Entrepreneurship Monitor.

Para a arquiteta e CEO da ArqExpress, startup de arquitetura e decoração, Renata Pocztaruk, por mais que os números sejam expressivos, a falta de apoio ao empreendedorismo feminino também é uma realidade e um desafio que elas tendem a enfrentar. “Empreender não é uma tarefa fácil e a falta de apoio ainda é visível no mercado para as mulheres, tornando às vezes mais longo o caminho para o reconhecimento e uma boa colocação no mercado”.

Renata, conhecida como ‘Rainha da Arquitetura’ por seus milhares de seguidores, é destaque no empreendedorismo feminino, referência no segmento em que atua e vem colecionando importantes resultados com sua startup. Para ajudar outras mulheres a superarem os desafios de empreender, a executiva traz dicas importantes. Confira:

A experiência é a chave do negócio: Para abrir um negócio, é preciso saber lidar com aquilo que vai apresentar ao público. Valorize aquilo que sabe fazer e evite arriscar propósitos que não têm nada a ver com o seu conhecimento.

Planejar é o início de tudo: A ideia já está na cabeça, mas é preciso saber como executá-la. Organize o orçamento, conheça o mercado e veja se o que oferece vai atender o público que almeja. Outro detalhe: reconheça os pontos positivos do empreendimento e o que precisa ser lapidado.

É preciso investir: Para iniciar um empreendimento, é importante ter uma reserva financeira para o aprimoramento pessoal e produto/serviço que será ofertado ao mercado. Esse investimento pode ser direcionado ao espaço do negócio, a capacitações profissionais, entre outras opções.

E o networking, está em dia? Ter uma boa rede de contatos oferece aos empreendedores atualizações sobre o segmento de atuação, possibilidades de parcerias e suporte na elaboração de estratégias.

Atente-se às novidades: Ser empreendedora é ser uma eterna aprendiz. Esteja antenada nas novidades do mercado. Busque saber mais sobre marketing digital e redes sociais, participe de workshops e não deixe o conhecimento no último plano.

Confie no seu potencial: Apesar de ser a última dica, essa é uma das mais importantes. Empreender é uma jornada de altos e baixos. Hoje as vendas podem superar as expectativas, amanhã pode ser diferente. Aprenda com os erros e se orgulhe das vitórias. Confiar no potencial também é um passo importante.

Foto: Shutterstock

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Inscreva-se em nosso blog

Seja a primeira a receber nossos conteúdos!

Você também pode gostar!

Inscreva-se na Newsletter

Fique por dentro do que acontece no universo feminino!

Inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter e receba no seu e-mail as nossas novidades.

Ao clicar no botão você aceita receber nossos e-mails comunicativos. Fica tranquila, não faremos spam!

Seja bem-vinda

Inscrição realizada com sucesso!

Agora você receberá em primeira mão as nossas novidades e conteúdos! Aproveitando, siga o TuBusca no Instagram, clicando no botão abaixo 🙋🏻‍♀️