Conecte-se conosco

Sucesso e Negócios

Empreendedorismo materno: 2ª edição da Feira de Mães Empreendedoras acontece neste sábado 23

Promovido pelo grupo Unidas pelo Tetê evento acontece a partir das 10h no Oriundi supermercado. Todas as expositoras são mães que empreendem

Publicado

em

Registro da primeira edição da Feira das Mães Empreendedoras

Apoiar o empreendedorismo materno e ajudar mães que precisam de atenção ou passam por dificuldades financeiras. Esse é o objetivo da 2ª edição da Feira de Mães Empreendedoras que acontece neste sábado, 23, a partir das 10 horas no Oriundi Supermercado.

Realizado pelo grupo Unidas pelo Tetê, o evento terá a comercialização de roupas para mães, lingeries, consultoria de imagem, roupas sustentáveis, brinquedos educativos e laços para cabelo. Todas as expositoras são mães que empreendem de alguma forma.

Uma porcentagem de tudo que é vendido, tanto na feira, quanto no bazar, é empregado na compra de itens como leite e fraldas para mães que precisam. O evento tem o apoio do Oriundi Supermercado, Mix Pegue e Pague, e patrocínio da Prisma Imobiliária e Rachel Poubel Hipnoterapia.

Bazar Unidas pelo Tetê

Dentro da feira também acontece o Bazar Unidas pelo Tetê. Gilmara explica que o bazar é uma forma sustentável de aproveitamento das roupas infantis, que não cabem mais nas crianças, e são passadas pelas mães para serem vendidas e levantar recursos que serão usados para ajudar outras pessoas. No final, segundo Gilmara, todos ganham.

“Todos saem ganhando. As mães, que doam as peças que não usariam mais nos filhos, e recebem de volta 70% do valor de cada peça vendida. Quem compra, porque compra um produto em bom estado por um preço acessível, o Grupo, que fica com 30% do valor e pode ajudar mais mães, e quem recebe uma doação”, destaca a fundadora do grupo.

No bazar estarão a venda roupas e sapatos de bebê e infantis com preços a partir de R$ 10,00.

Grupo Unidas Pelo Tetê comemora dois anos de fundação

O grupo nasceu do desejo que Gilmara sentiu de ajudar outras mães no puerpério, após o nascimento do seu segundo filho. Ela conta que começou a reunir algumas mães para momentos de troca de experiências e não parou mais. No início de 2020 aconteceu o primeiro bazar.

Comemoração de dois anos do grupo Unidas pelo Tetê

Quando os encontros começaram eu sentia que podia fazer mais para ajudar aquelas mães, além do acolhimento, e resolvi fazer o bazar. Fizemos e foi um sucesso. Além da venda do bazar algumas mães venderam comidas que elas mesmas fazem”.  

Ainda no evento Gilmara percebeu que as mães precisavam de apoio e visibilidade para impulsionar os seus negócios. E ali surgiu a ideia da feira de mães expositoras, que teve sua primeira edição em maio deste ano.

Com dinheiro do bazar e da feira o grupo faz surpresa de amor, uma forma de acolher as mães com bebês de até cinco meses, ajudam mães que precisam de leite, especialmente as que os bebês têm alergia a lactose, fraldas e cestas básicas. O grupo tem atualmente 384 mães.

Fotos: Arquivo

destaques