Conecte-se conosco

Geral

Série Especial Outubro Rosa: musicoterapia leva conforto e alívio aos pacientes em tratamento de câncer

Iniciativa faz parte de ações em comemoração ao Outubro Rosa realizadas na oncologia do hospital Rio Doce

Publicado

em

Impedida de fazer ações de conscientização que envolvam toda comunidade devido a pandemia, a administração do setor de oncologia do Hospital Rio Doce está fazendo atividades internas para não deixar passar em branco o Outubro Rosa, mês de campanha que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Entre as iniciativas estão as sessões de musicoterapia e as rodas de conversas. A musicoterapia acontece duas vezes na semana, com sessões de manhã e à tarde, enquanto os pacientes recebem o tratamento de quimioterapia. Já as rodas de conversa, com mulheres em tratamento e também que já terminaram, acontecem nos dias 19 e 28 de outubro.

O psicólogo Paulo Sérgio Cosme Pereira, que trabalha no atendimento aos pacientes de câncer, diz que a musicoterapia é um importante recurso utilizado no tratamento, podendo melhorar o humor e qualidade de vida, além de auxiliar no processo de reabilitação dos pacientes.

“A musicoterapia ajuda no alívio das dores, melhora da qualidade do sono e do sistema imunológico e outros desconfortos diante de um tratamento. Melhora o humor, a qualidade de vida, e auxilia no processo de reabilitação dos pacientes. A música ajuda os pacientes oncológicos, e em outros tratamentos que são bem desgastantes, por isso essas ações são muito importantes”, destaca o psicólogo.

 Paulo disse ainda que, segundo estudos, a musicoterapias possibilita a integração de pensamentos, emoções e sentidos, em relação aos processos de adoecimento, internação e hospitalização, e está associada a melhora dos sinais vitais do paciente, como regulação da pressão arterial, frequência cardíaca e respiratória, diminuição de angustia, estresse, ansiedade e sintomas depressivos que surgem diante dos tratamentos.

Cerca de 200 Mulheres. Esse é o número de pacientes em tratamento do câncer de mama na oncologia do Hospital Rio Doce, de acordo com levantamento realizado no primeiro semestre desse ano.  

Foto: Divulgação

destaques